Tejo


Trazes-me sabores de momentos efémeros,

De palavras perdidas nas intermitências.

Trazes-me a brisa de um calor que me aconchega,

De um abraço incerto,

O som de uma jura sincera.

Lembras-me a voz da paixão distante

Um ponto de luz,

A prova de uma alma gémea.

Levas contigo a esperança de um beijo terno

e o cheiro de tardes passadas perto de ti.

Bem perto.

Autor: Erika

Quem escreve: De nome: Erika. Tenta escrever o que mais lhe apetece. Tenta ser simpática. Quando não reclama, sugere. Sorri muito. Atribui significados importantes à musica, ás cores, cheiros, sabores, texturas. Teimosa, orgulhosa, ambiciosa q.b., não cria espectativas, cria objectivos. Gosta de dormir, é preguiçosa mas detesta preguiçar. Perde-se na internet. Perde-se naquele momento perfeito. Perde-se na fotografia. Perde-se nas pessoas. Perde-se na paixão. É apenas mais alguém que escreve.

Um pensamento em “Tejo”

  1. Hi,
    – Olha, passei por aqui e o teu olhar prendeu-me…
    – O pouco ke li é bonito vindo de de um 3> lindo como o teu.

    P.S. – Desculpa se não me fiz entender, mas todos me acham azeda e cáustica. Ás vezes sinto um cansaço… entendes-me?

    um beijo,
    angela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s