A Graça de Ter uma Sombra


Antes da pergunta pertinente acho que urge a clarificação da palavra Sombra e seus significados.

Do Latim *sombrar, de*  subumbrare <  sub, sob +  umbrare, fazer sombra, ou de  sub illa umbra, de aquela sombra.

Esta palavra tem vários significados se analisarmos a sua utilização em sentido figurado:

silhueta;
parte escura de um desenho ou quadro;
espírito, espectro, fantasma;
pálida imagem;
ligeira aparência;
catadura;
nódoa, defeito;
pantalha;
solidão;
companhia inseparável;
guarda-costas;
pessoa decadente;
pessoa impertinente que segue outra;
mistério;
véu de tristeza.

Sendo os mais importantes para este texto os assinalados a negrito.

E agora que todos compreendemos, passo à pergunta pertinente.

Alguém sabe qual é a graça de ter uma sombra?
E respondo (é uma pergunta retórica) – Nenhuma!

Ter alguém decadente que nos segue impertinentemente tornando-se uma indesejável companhia inseparável. Quase um espelho que me imita em gestos, expressões e maneirismos que são únicos de mim mesma, que reflecte uma imagem (quase!) semelhante – mas que no fundo nada se parece comigo ou com ela mesma.
Vazia de personalidade, a minha sombra copia-me por osmose, o cabelo, o andar, a gargalhada.

Pensa-se original e apetece-lhe destacar-se, mas não pode por ser cinzenta.
O cinzento não se destaca. Não! Mistura-se na multidão de sombras, perde-se.

Por isso tenho pena da minha sombra, carece de auto-estima, de individualidade, daquilo que nos torna nós mesmos – únicos e inconfundíveis.

Já lhe tentei mostrar que para ser especial não tem de ser como eu, tem apenas de descobrir no seu interior as suas qualidades e ter consciencia do seu “eu”.
Até lá tenho uma sombra, um cinzento do meu eu. E não acho graça nenhuma.

Audioslave – Shadow in the Sun

Autor: Erika

Quem escreve: De nome: Erika. Tenta escrever o que mais lhe apetece. Tenta ser simpática. Quando não reclama, sugere. Sorri muito. Atribui significados importantes à musica, ás cores, cheiros, sabores, texturas. Teimosa, orgulhosa, ambiciosa q.b., não cria espectativas, cria objectivos. Gosta de dormir, é preguiçosa mas detesta preguiçar. Perde-se na internet. Perde-se naquele momento perfeito. Perde-se na fotografia. Perde-se nas pessoas. Perde-se na paixão. É apenas mais alguém que escreve.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s