Silêncio Escuro


Na minha solidão acompanhada deito-me de lado e fito o chão. Distante penso que estou sozinha e o quanto isso é triste. Lamento-me.
No entanto, mesmo rodeada de amigos e de amores serei sempre sozinha em mim mesma, pois ninguém conhece quem realmente sou.
Quem o soube desaprendeu,pois existem outras almas a explorar e por ora a minha fica só e incompreendida.

Volto a mim e uma enchente de pensamentos banais invade-me. O seu abraço faz eco dentro de mim.
Refugio-me nos segredos que ditam quem sou, aquecem-me o espaço vazio e frio dentro de mim.
Os segredos e as fantasias são quem me campanha no silêncio escuro da minha alma.

Autor: Erika

Quem escreve: De nome: Erika. Tenta escrever o que mais lhe apetece. Tenta ser simpática. Quando não reclama, sugere. Sorri muito. Atribui significados importantes à musica, ás cores, cheiros, sabores, texturas. Teimosa, orgulhosa, ambiciosa q.b., não cria espectativas, cria objectivos. Gosta de dormir, é preguiçosa mas detesta preguiçar. Perde-se na internet. Perde-se naquele momento perfeito. Perde-se na fotografia. Perde-se nas pessoas. Perde-se na paixão. É apenas mais alguém que escreve.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s