Já.


dsc01850Já quis ser Médica, pianista, bailarina e cientista…
Já fiquei sozinha no meio de mil pessoas a sentir falta de uma só.
Já vi o pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado,
Já fiz juras eternas,
já chorei sentada no chão do chuveiro,
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer.
Já subi ao topo de um prédio de noite para me esconder da solidão,
Já subi às árvores para roubar fruta,
Já fugi de casa para sempre…e voltei no instante seguinte.
Já saí para caminhar sem rumo, sem nada na cabeça, ouvindo as estrelas.
Já corri para não ver alguém chorar,
Já dei gargalhadas até  me doer a barriga,
já nadei até perder o fôlego.

Já bebi vodka até sentir o corpo dormente,
Já chorei até dormir e acordei com o rosto desfigurado.
Já conversei com o espelho,
Já preguei partidas pelo telefone,
Já tomei um banho de chuva.
Já roubei beijos.
Já fiz confissões antes de dormir, num quarto escuro, para a melhor amiga.
Já confundi sentimentos, escolhi o caminho errado e continuo a andar pelo desconhecido.
Já tive medo do escuro, já tremi de tão nervosa,
Já quase morri de amor, mas renasci novamente por ver o sorriso de alguém especial.

Já me deitei na areia de madrugada e vi a Lua dar lugar ao Sol,
Já raspei o fundo da panela,
Já chorei a ouvir música no autocarro.
Já gritei de felicidade,
Já me apaixonei e achei que era para sempre,
mas era sempre um “para sempre” pela metade.
Já chorei por ver amigos partir, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.
Foram tantas coisas feitas e tantas por fazer. Momentos guardados.

Autor: Erika

Quem escreve: De nome: Erika. Tenta escrever o que mais lhe apetece. Tenta ser simpática. Quando não reclama, sugere. Sorri muito. Atribui significados importantes à musica, ás cores, cheiros, sabores, texturas. Teimosa, orgulhosa, ambiciosa q.b., não cria espectativas, cria objectivos. Gosta de dormir, é preguiçosa mas detesta preguiçar. Perde-se na internet. Perde-se naquele momento perfeito. Perde-se na fotografia. Perde-se nas pessoas. Perde-se na paixão. É apenas mais alguém que escreve.

Um pensamento em “Já.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s