O teu espaço no meu


As minhas mãos são as tuas e sinto-te a deslizar pela minha pele. Suavemente arrepias cada milímetro do meu corpo.
Sabes exactamente onde parar e quando continuar.
Pousas a mão no meu peito enquanto o sentes a subir e descer no ritmo do meu respirar ofegante.
Os teus lábios são os meus e sinto o calor da tua expiração no meu ombro.
Marcas a cada beijo um lugar que é só teu e continuas até que seja completamente entregue a ti.
Já não sobra espaço para mais desejo e as minhas pernas fazem-me tua quando te abraço para dentro de mim. Neste enlace inquebrável que é o teu corpo no meu corpo que é teu.
E a paixão corre enfurecida por meandros e canais do meu (teu) coração, inunda e revela possibilidades jamais imaginadas.
E tu que me olhas profundamente na alma e me reconheces em ti mesmo.
Já estive em ti mas não o sabia.
E agora sabes de certeza que te marcaste na minha essência.
Ferida rasgada com doce sabor a mel.
O momento que ficará para sempre cicatrizado no meu coração, quando percebi o quanto te poderia amar.

Autor: Erika

Quem escreve: De nome: Erika. Tenta escrever o que mais lhe apetece. Tenta ser simpática. Quando não reclama, sugere. Sorri muito. Atribui significados importantes à musica, ás cores, cheiros, sabores, texturas. Teimosa, orgulhosa, ambiciosa q.b., não cria espectativas, cria objectivos. Gosta de dormir, é preguiçosa mas detesta preguiçar. Perde-se na internet. Perde-se naquele momento perfeito. Perde-se na fotografia. Perde-se nas pessoas. Perde-se na paixão. É apenas mais alguém que escreve.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s