Acorda!

E dá-me palavras! Dá-me frases, emoções! Dá-me de ti, preciso que me escrevas! Preciso que voltes.

Atenção!

Cuida de mim! Leva-me pela mão, lê-me com carinho. Visita-me todos os dias e aconchega-me com os teus versos. Atenta  a quem te lê. Tens tempo. É só um segundo. Tens palavras, dá-me algumas. Fica-te comigo. Não te vás. Volta e fica. Tu também precisas de mim, assim como eu de ti.

O meu blog chama-me. E eu preciso dele.

Hoje estou de saída…

Foto: Cidade de Faro, zona Histórica, o meu sitio mais que preferido, perto da ria.

Começou uma nova etapa da minha vida. Um dos grandes objectivos que tinha traçado cumpriu-se.Saí da casa dos pais, estou por minha conta. Trabalhar para pagar as coisinhas, estudar para conseguir ser alguém.

Estou mais perto dos amigos. Casa espectacular. Centro de Faro, perto de tudo e longe do que só deve estar longe.

Todos os dias chego do trabalho e tenho pessoas de quem gosto muito por perto prontas para o cafézinho, passeio na zona histórica, cervejinha de vez em quando num qualquer café das docas. Conversas, risos. Descontrair. É bom.

Muito bom.

(E é por isso que o Livro de Reclamações ficou tão calmo. Andei á espera que a internet conect box ficasse activa. Estava a ver o caso mal parado, mas lá consegui!)

As coisas mudam. Tudo acaba. Tudo começa. Eu re-começo-me.

mudar.jpgPois é.

As coisas mudam. As situações mudam. A pessoa muda. O blog muda. Encerrei o meu blog pessoal, com o belo layout que eu própria fiz. Que tanto trabalhinho deu.

Mudei.

Mudei de espaço. Mudei de prioridades. Quero dar atenção apenas ás palavras e áquilo que escrevo no meu dia-a-dia. Quero que as pessoas me leiam, que me vejam de verdade. Quero escrever de verdade sem ter de me preocupar com mais. E para isso mudei. Acabaram-se as distrações. Aqui começo uma nova jornada até chegar o dia em que mude outravez.

Livro de Reclamações. Porquê? Porque sim. Porque ás vezes é mesmo necessário! E também porque ás vezes em certas situações só dá mesmo vontade de pedir o livro de reclamações.