“Discutir é bom e eu gosto (ás vezes)”

Melhor dito, não poderia ter sido. Tudo aquilo que pensava e não conseguia palavras para me fazer entender mas que ela conseguiu e muito bem!

« (…) A verdade é que as mulheres precisam tanto de uma boa discussão como de comprar um par de sapatos por mês. Desculpem lá, mas são coisas que fazem falta. E não há nada pior que uma pessoa chegar a casa com vontade de discutir e levar com um homem que só diz “sim, querida, tens razão, querida”, ou, pior, “quando estiveres mais calma falamos”. Nós queremos falar é naquela altura, quando estivermos calmas já não tem graça nenhuma, não é uma discussão, é uma conversinha! Queremos despejar a nossa fúria! Queremos que ele assuma as nossas dores e fique tão enervado como nós estamos! Quando uma mulher quer discutir, é deixá-la! Tentar refrear os ânimos é ainda pior. E, para além disso, um homem que não sabe mandar um par de berros na devida altura não nos serve para coisa nenhuma. A primeira vez que o meu homem elevou a voz assim à séria, eu achei até muito sexy e, na minha cabeça, dei a discussão por terminada (só na minha cabeça, porque na prática tinha que continuar até ele me dar razão). A sério, se as mulheres quisessem um pacifista, andavam com monges tibetanos. E, claro, não nos podemos esquecer que muitas discussões acabam em make up sex por isso, no final, saímos todos a ganhar, não é verdade? (…) »

Gostei tanto que tive de publicar.

Créditos:

Blog “A Pipoca mais doce”
Autora: A Pipoca mais Doce
Link: http://apipocamaisdoce.blogspot.com
Post: Janeiro 29, 2009. “Discutir é bom e eu gosto (ás vezes)”